Entenda o que é o turismo de aventura e como praticar

7 minutos para ler

Por que aventurar-se é importante para a vida? Lançar-se em desafios é uma maneira de conhecer melhor a si próprio, descobrindo com prazer novos limites do seu corpo e de suas ações. Embora seja desconhecido para muita gente, o turismo de aventura é capaz de causar uma revolução pessoal.

Muito além da prática de atividades radicais, viver a natureza com aventura é uma forma de renovar as emoções e lançar um outro olhar para as atividades rotineiras da vida. Afinal, ninguém é o mesmo depois de sua primeira experiência com o rafting ou depois de uma emocionante trilha floresta adentro!

Fugindo totalmente dos programas convencionais, o turismo de aventura atrai famílias, casais, crianças e idosos. Não importa a idade, há sempre uma opção para se aventurar e descobrir um mundo novo de sensações!

Confira algumas informações sobre o tema e veja como incorporar esse estilo de vida ao seu cotidiano!

O que é o turismo de aventura?

O turismo de aventura é uma modalidade que se direciona à prática de atividades ao ar livre, capazes de estimular emoções e proporcionar uma maior interação com a natureza. Ou seja, uma atividade com experiência física e sensorial que envolve desafio e riscos controlados e assumidos.

Quem aposta nesse modelo de turismo que vivenciar sensações incríveis, como liberdade, superação e prazer. Isso tudo com o auxílio de profissionais capacitados para oferecer divertimento sem abrir mão da segurança.

Além da aventura e adrenalina proporcionada pelos esportes, é possível relaxar e curtir paisagens exuberantes. Os locais mais apreciados pelos aventureiros são fazendas, montanhas ou praias. Afinal, há muito há se explorar nessas áreas, como a tirolesa, a canoagem, ciclismo, paraquedismo, o rafting, a parede de escalada e as trilhas.

O turismo de aventura é uma forma muito singular de autoconhecimento, trazendo a oportunidade para as pessoas dominarem os próprios medos e vencerem seus limites.

Quem pratica não se arrepende de espantar o medo da estagnação, trazendo mais emoção e diversão para seus finais de semana, férias e feriados.

As atividades oferecem risco aos participantes?

Assim como qualquer atividade ao ar livre, há um risco no turismo de aventura. No entanto, é possível desfrutar dos passeios e desafios em segurança. Para isso, basta realizar toda a atividade com a supervisão e orientação de um instrutor qualificado.

Esse profissional é responsável por orientar cada pessoa dentro dos seus limites. Além disso, ele coloca e checa os equipamentos de segurança e ajuda a manter a atividade prazerosa para todos os participantes.

Lembrando que esse tipo de turismo oferece atividades para todos os níveis de praticantes. Ou seja, existem excelentes opções para quem curte exercícios leves, moderados e avançados.

Quem pode fazer o turismo de aventura?

As modalidades do turismo de aventura, por si só, não são classificadas como recreativas ou competitivas. Na verdade, o que define isso é o nível do praticante e a sua intenção, o que permite que seja uma modalidade praticada por qualquer pessoa!

Os iniciantes utilizam essas atividades como uma opção de diversão, mas isso não exclui uma boa dose de emoção e a superação de limites individuais — muito comum para quem está iniciando neste campo.

Já os veteranos buscam lugares de aperfeiçoamento, com níveis de dificultadas maiores e podem participar de campeonatos ou investir em práticas profissionais.

Rafting: uma atividade completa

Algumas atividades ainda permanecem desconhecidas para o grande público, e oferecem diversão, aventura e condicionamento físico na medida certa.

Com graus diferentes de dificuldade, o rafting comporta grupos já constituídos, como turmas de amigos e família, ou forma grupos com casais e pessoas sozinhas, sendo uma oportunidade de fazer novas amizades.

O rafting é excelente para compartilhar momentos desafiadores no meio da natureza e tem atraído muitos participantes, pois, além de divertido, estimula o espírito de cooperação e trabalho em equipe.

Nessa atividade, vencer não depende apenas de em esforço individual, mas de um bom resultado de todo o grupo — o que melhora a capacidade de comunicação e empatia dos praticantes.

Quais as atividades mais praticadas no turismo de aventura?

Toda atividade que envolve superação de limites e desafios pessoais pode ser considerada uma modalidade no turismo de aventura. No Brasil, as práticas mais comuns são:

  • rafting;
  • rafting norturno;
  • tirolesa;
  • bike trail;
  • caiaque;
  • trilhas;
  • exploração de cavernas;
  • escalada.

Não tão comuns, mas muito especiais, os passeios de balão e a participação em projetos arqueológicos também podem ser considerados turismo de aventura e oferecem experiências incríveis aos participantes.

Onde praticar essas aventuras?

No Brasil, existem diversas opções para quem deseja viver uma vida de aventura. No entanto, há alguns lugares que se destacam nesse meio. Confira, a seguir, algumas cidades do interior de São Paulo que podem reservar grandes emoções aos seus turistas!

Brotas

Bastante conhecida pelos praticantes de esportes de aventura, a cidade oferece muitas opções, tanto para os iniciantes, como para os mais experientes. A cidade está localizada a 2h30 da capital paulista.

O passeio em botes — o rafting — é um dos mais procurados, inclusive com inclusão de crianças na atividade. Além disso, o rapel em cachoeiras, a tirolesa, passeio de quadriciclo, mountain bike e os saltos em queda livre são muito apreciados no local.

Juquitiba

Juquitiba fica localizada a 1h30min de São Paulo e está inserida em um território de conservação da Serra do Mar — uma área de reserva da Mata Atlântica. Isso, por si só, já demonstra a beleza e as possibilidades de interação com o meio ambiente do lugar. A cidade é de fácil acesso e oferece uma boa infra-estrutura para famílias.

Quem viaja para Juquitiba pode desfrutar de diversas atividades ao ar livre, com atividades que só poderão ser encontradas por lá. Há o grande destaque para o rafting, modalidade que pode ser praticada também à noite, garantindo uma aventura inesquecível!

Para quem prefere ficar na terra, pode fazer bike trail, caminhar por lindas trilhas naturais e desfrutar de uma programação especial para fazer com seu pet. Além disso, o lugar oferece ainda tirolesa, caiaque, boia cross e stand up padle, com pacotes para famílias incluindo até crianças pequenas. Imperdível!

Capão Bonito

O Capão Bonito é outro ponto conhecido dos praticantes experientes de esportes radicais e está localizado a cerca de 2h30min de São Paulo. Cortada pelo rio Paranapanema, a cidade oferece aos seus visitantes um cenário único.

Das atividades de aventura que podem ser praticadas no Capão, estão o caiaque, as trilhas na montanha e em cachoeiras, o rapel e o mountain bike. Por ser um lugar com menos circulação de turistas, é uma excelente opção para quem procura turismo de aventura aliado à tranquilidade.

No turismo de aventura, o que importa é a disposição para entregar-se a algo desconhecido e fazer disso uma viagem para superar seus limites e medos. Deixar-se envolver pela emoção e energia dessa modalidade é conectar-se com a natureza de um modo diferente e renovar os hábitos para a vida cotidiana.

A aventura é uma oportunidade de espantar o estresse e recriar a si próprio da melhor maneira possível. Além disso, a atividade pode ser acompanhada de pessoas queridas e em lugares de grandes belezas naturais. No fim, todos saem transformados, seja ele iniciante ou um veterano.

Gostou deste post? Tem interesse por atividades como essa? Quer compartilhar alguma experiência? Deixe seu comentário logo abaixo! Sua participação é muito importante!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-