Esporte rafting: como se preparar para viver essa aventura?

6 minutos para ler

Você está em busca de desafios e daquela sensação de superar obstáculos? Então, o esporte rafting deve ser o seu próximo passeio! Ele une a emoção de vencer as corredeiras e quedas d’água com a possibilidade de se exercitar ao ar livre, em contato com a natureza.

Porém, ao contrário do que muitos pensam, não é preciso ter experiência para praticar o rafting. Existem diferentes níveis de dificuldade, e todo o trabalho é feito em grupo. Inclusive, pode levar toda a família!

Neste post, você verá como deve se preparar para o passeio, além de algumas dicas importantes sobre o que levar na mochila. Confira!

O que é o esporte rafting?

O rafting é a descida em corredeiras com um bote inflável. A palavra deriva do termo em inglês “raft”, que significa “balsa”. O objetivo é, de forma divertida e/ou emocionante, superar os obstáculos no caminho e remar até o destino.

É praticado em grupos de quatro a oito pessoas. Elas são equipadas com coletes salva-vidas, capacetes e remos; e o bote conta com uma corda de resgate. Um instrutor acompanha os integrantes e é responsável por guiá-los até o fim da descida. Assim, mesmo aqueles que nunca tiveram essa experiência podem experimentar o esporte.

Por que praticar o rafting?

Um dos grandes benefícios desse esporte é a superação. Se você está procurando uma fuga da rotina nos grandes centros, o rafting permite um passeio com muita adrenalina e momentos de diversão. Ou seja, é o tipo de experiência necessária para esquecer as complicações diárias e proporcionar memórias inesquecíveis.

Além disso, o contato com a natureza é transformador. Pássaros, plantas e árvores são presenças recorrentes nas descidas e garantem uma paisagem diferenciada. É um verdadeiro paraíso natural, que traz uma sensação de realizar algo extraordinário e fora do comum.

Por ser um esporte que necessita de esforço físico, o rafting também aumenta a queima de calorias durante a sua prática. Diversas partes do corpo são exigidas, como os bíceps e os ombros, o que substitui os exercícios tradicionais na academia. Ideal para quem não gosta de repetir os exercícios diários e quer buscar novas possibilidades.

Como se preparar para realizar a descida?

Se você está praticando o esporte pela primeira vez, é importante encontrar um local e uma empresa de confiança para o passeio. Existem corredeiras com níveis de dificuldade diferentes, então é fundamental certificar se todos estão mental e fisicamente preparados para a aventura.

Algumas corredeiras permitem a atividade em todos os dias do ano e, por conta da variação no volume da água, asseguram uma experiência diferente a cada passeio. Durante os meses de novembro e maio, os rios estão mais cheios, enquanto que, no meio do ano, as pedras ficam mais visíveis e o rio fica mais rápido, o que aumenta a adrenalina.

Em geral, os botes comportam até oito pessoas, contando com o instrutor. Algumas empresas organizam os grupos para as descidas, então, não é necessário formá-los anteriormente. O rafting é um ambiente de cooperação, que permite conhecer pessoas e criar amizades. Logo, com ou sem seus amigos, o passeio estará cheio de integração e boas vibrações.

No dia da descida, é essencial vestir as roupas adequadas. Sungas e biquínis não são recomendados, já que a força da água e os galhos podem causar arranhões. O ideal são roupas de academia, que secam rápido. O tênis é obrigatório e deve ser confortável. Chinelo nem pensar!

É importante descansar na noite anterior e se alimentar bem no dia, devido ao esforço exigido. Caso tenha algum problema de saúde, é sempre indicado consultar um médico antes de realizar o rafting, pois a emoção é indispensável na atividade.

O que é necessário levar?

Alguns itens são obrigatórios na mochila — o protetor solar é um deles. Como o esporte rafting é realizado ao ar livre, a exposição ao sol resulta em produção de vitamina D, responsável por prevenir doenças. Mas, claro, deve ocorrer de forma moderada.

Listamos alguns objetos que podem ser levados para o passeio:

  • protetor solar;
  • repelente;
  • lentes de contato são indicadas (caso prefira os óculos, leve uma cordinha para segurá-los);
  • roupas leves, como tactel ou neoprene, que secam mais rápido;
  • bota ou tênis esportivo;
  • toalha e peças de roupa secas;
  • máquina fotográfica à prova d’água;
  • recipiente com água potável;
  • sacola à prova d’água para guardar os documentos;
  • saco plástico para armazenar as roupas molhadas ao final.

Alguns itens não são permitidos. É o caso de brincos, anéis, relógios, pulseiras e outras joias. O recomendado é deixá-los em um local mais seguro, como no hotel ou na barraca.

Qualquer um pode praticar?

O rafting é um esporte para toda a família. Crianças a partir de 7 anos podem participar, com a companhia de um familiar ou adulto responsável no bote. Não é preciso saber nadar, até porque não é recomendado entrar nos rios com muitas pedras. Antes da atividade, é feito um treinamento com os grupos, para explicar os comandos e as posições de segurança.

As descidas são divididas por dificuldades, que vão do nível 1 ao 6. No primeiro, o percurso apresenta poucos obstáculos e exige manobras simples para ser finalizado. Já o último requer habilidade para completar o percurso e, por isso, somente pessoas com experiência são liberadas para os níveis mais altos.

Em qualquer nível de dificuldade, a diversão é garantida. Por conta da variação do volume de água dos rios, os passeios são diferentes a cada tentativa, o que proporciona uma experiência única em todas as épocas do ano. Uma coisa é certa: quem experimenta esse esporte fica com vontade de repetir a dose.

Diversas cidades de São Paulo, como Brotas e Juquitiba, oferecem a prática do esporte rafting. A segunda fica a cerca de 76 km da capital e pode ser visitada durante um dia, sem grandes deslocamentos. De qualquer forma, o mais importante é ter disposição e se preparar para a adrenalina e a superação que o passeio vai lhe proporcionar. O seu corpo e a sua mente agradecem!

E aí, você já praticou o esporte rafting alguma vez ou tem vontade de viver essa aventura? Conte a sua experiência nos comentários e aproveite para tirar qualquer dúvida!

[rock-convert-cta id=”388″]

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-