Flexibilidade no trabalho: a chave para uma gestão mais participativa e colaborativa

4 minutos para ler

Flexibilidade no trabalho é o assunto do momento e os gestores precisam estar atualizados com o tema. Afinal, não é novidade que muitas funções já podem ser executadas apenas com o uso de um bom notebook e uma internet veloz!

É o caso dos programadores, redatores, profissionais da imprensa e artistas, como músicos arranjadores, designers e ilustradores. Acontece que essa tendência também chegou nos cargos mais tradicionais das empresas, como os agentes financeiros, técnicos de automação, analistas de dados e profissionais de TI.

Neste texto, vamos falar sobre alguns benefícios da flexibilidade do trabalho para as empresas e para os colaboradores. Acompanhe a leitura para entender mais sobre como isso funciona.

Flexibilidade no trabalho: a demanda trazida pelos millennials

Sabia que, segundo uma pesquisa divulgada em 2017 pelo IBOPE e pela CNI (Confederação Nacional das Indústrias), 73% dos brasileiros desejam uma rotina flexível no trabalho? É uma maioria considerável, concorda?

Entre os millennials, ou geração Y, que são os nascidos entre 1979 e 1995, esse tipo de relação de trabalho é ideal. 89% dos trabalhadores nascidos entre 1982 e 1995, e que estão nesse regime, afirmam que são mais produtivos do que no regime tradicional.

Gestão conservadora: aposta nos modelos tradicionais 

Talvez por receio de perderem o controle ou a liderança, alguns gestores acabam presos a modelos “engessados”. Com medo de deixar a posição de liderança, é imposto o que “sempre funcionou” e perde-se a grande chance de testar novas ferramentas e buscar inovação. 

Convenhamos que, se a intenção da gestão é expandir o negócio, buscar métodos inovadores de administrar a empresa é fundamental. Afinal, se você quer “o melhor”, por que se contentar com “o bom”, certo? 

Vantagens da flexibilidade no trabalho: pontos para considerar

Lembrando que, para muitos trabalhadores, o olhar pessoal do gestor sobre sua condição particular, desde o trajeto percorrido para chegar à empresa até questões familiares do colaborador, é considerado uma forma de flexibilização. Veja algumas vantagens da flexibilidade no trabalho a seguir.

Possibilidade de o colaborador administrar melhor o seu tempo

Esse é o sonho da maioria dos profissionais brasileiros. Dessa forma, eles conseguem ter mais responsabilidades dentro da rotina familiar e ajudam presencialmente nas tarefas do cotidiano. Além disso, muitos preferem ter flexibilidade no trabalho a ganhar um aumento no salário, pois querem ter mais tempo para descansar e curtir a vida.

Melhoria da produtividade

Cada um sabe o horário em que consegue ser mais produtivo, não é verdade? Alguns gostam do silêncio da noite e da madrugada, outros se ajustam melhor à produção matutina.

Boa parte de quem deseja flexibilidade no trabalho acredita que consegue se concentrar melhor em um ambiente de home office. Afinal, quando a comunicação entre a empresa e o colaborador funciona, todo mundo sai ganhando, concorda?

Qualidade de vida

É o que todos buscamos, não é mesmo? Viver a vida em equilíbrio, sem correria ou estresse. Cada vez mais, as pessoas têm buscado se conectar com a natureza, com a família e com os amigos. Por isso, o tempo nunca foi tão valioso.

As empresas vêm compreendendo cada vez mais essa realidade e apostando no dinamismo das funções, na produtividade e nas metas, e não no horário do “ponto batido”.

Eliminação do estresse da rotina

Repare que se o colaborador puder gerenciar melhor o seu tempo, como falamos acima, mesmo que sua presença na empresa seja fundamental, é possível que ele consiga encontrar os melhores horários para se deslocar, por exemplo. Assim, vai conseguir utilizar o transporte público, fugir dos congestionamentos e até evitar os picos de calor.

Imagine voltar para a casa dentro do metrô lotado, às 17h, vestindo um terno e em pleno verão paulistano. Se o trabalhador conseguir evitar esse tipo de desconforto, terá uma rotina muito mais agradável, concorda?

Aprendeu um pouco mais sobre flexibilidade no trabalho? É claro que não é todo segmento que pode aplicar essas práticas, mas, de qualquer forma, a melhor ideia é escutar o que seus colaboradores têm a dizer e observar o que é melhor para todo mundo.

Se gostou do texto, que tal seguir-nos nas redes sociais para ver mais conteúdos interessantes? Estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-