Qual foi a ultima vez que você fez algo pela primeira vez?

4 minutos para ler

“Sem sonhos, a vida não tem brilho. Sem metas, os sonhos não têm alicerces. Sem prioridades, os sonhos não se tornam reais. Sonhe, trace metas, estabeleça prioridades e corra riscos!” . A reflexão do Augusto Cury é extremamente instigante e nos ajuda a analisar um pouco da nossa realidade.

Quando foi que você fez algo pela primeira vez? Quando trouxe algo novo para a sua vida e provocou a sí mesmo a encarar mudanças? Às vezes é bom parar, respirar e promover um olhar diferenciado para a nossa realidade. Correr certos riscos também pode ser algo positivo. Não basta viver por viver, a gente também precisa de novos propósitos e motivações, que ajudam a dar valor, felicidade e prazer à nossa existência.

Pequenas trocas, pequenos gestos, pequenos passos… Se reinventar é também uma forma de dar uma nova chance, de renovar os ambientes e as energias. Gostou do tema? Então, não deixe de ler nosso artigo! 

Desafios: eles podem ajudar no seu crescimento!

O processo de aprendizagem leva a vida inteira. Nosso corpo e nossa alma sempre estão dispostos a viver coisas novas e experiências diferentes. A iniciativa só traz benefícios, como:

  • exercita o nosso cérebro;
  • livra-nos do tédio;
  • diferentes perspectivas. 

Estar disposto a inovar nos pensamentos é uma estratégia importante para a construção do “eu”.  Essas atitudes podem nos cativar a alçar voos cada vez maiores. O “novo” permite que o nosso cérebro encontre diferentes conexões e estradas, pois o desafio o mantém ativo, por isso os desafios são positivos. Podemos encarara-los como estímulos que ajudam a memória, a agilidade e até mesmo a perspectiva de longevidade. 

Se você está em busca de mudanças e não sabe por onde começar, fique de olho nas sugestões que preparamos! 

Como inovar? Por onde começar?

Já pensou em fazer uma tatuagem? Fazer uma tattoo é um sonho para muitas pessoas, mas muitas vezes elas são desencorajadas por medo do que os outros podem pensar ou algum tipo de rejeição social. Nossa dica é: abstraia-se desses pensamentos de se importar com a opinião alheia. Você se sentirá mais seguro e confiante, isso será excelente para todas as áreas da sua vida.

Planeje um bom desenho, um local do corpo, escolha um bom tatuador e rabisque-se! A ousadia elevará a sua autoestima e, como consequência, sua felicidade.

Dance, medite, pratique esportes!

Quem não gosta de dançar, não é mesmo? A dança, além de ser um exercício físico e fazer bem para a saúde, é benéfica também para a nossa mente, pois ajuda a controlar a ansiedade e diminui o estresse, liberando hormônios como a serotonina, hormônio da felicidade. Portanto, mexa-se. Não importa o ritmo de sua preferência, forró, funk, salsa, o que importa é a aventura!

Uma outra atividade super benéfica é a meditação: além de permitir acesso à calma, tranquilidade e paz interiores, fornece outros benefícios como:

  • melhora da função imunológica;
  • maior controle em situações de pressão;
  • reduz probabilidade de sintomas relacionados à depressão etc.

Inclua a meditação na lista de coisas que você fará pela primeira vez. Certamente, os efeitos serão rapidamente visíveis e você vai se apaixonar.

Nós afirmamos sem medo de errar: quem não pratica um esporte não é totalmente feliz. Fazer esportes aumenta a longevidade, a qualidade de vida, previne doenças, dentre outros inúmeros benefícios. Quando nos engajamos na realização de uma atividade física estamos abertos a transformações emocionais como:

  • superação de limites;
  • conhecimento de si mesmo;
  • compaixão ao próximo etc.

Um esporte não é um fim em si mesmo, ele provoca ensinamentos de vida. Esportes coletivos ou não e que permitem contato com a natureza como o rafting, arvorismo, trilhas, dentre outros, por exemplo, favorecem o esforço coletivo e potencializam instintos de liderança e trabalho em grupo.

Permita-se ingressar na prática de uma atividade esportiva. Os benefícios serão visíveis nas suas relações com as pessoas e em todas as coisas que você desenvolver! Gostou do nosso post? Então, deixe seu comentário e compartilhe suas experiências com outros leitores!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-